10 milhões de brasileiros ainda não sabem que têm Valores a Receber


De acordo com o Banco Central, até as 18h da última quarta-feira (16) um total de 17,7 milhões de pessoas já haviam encontrado valores esquecidos no sistema “Valores a receber”. Por outro lado, 10,3 milhões de pessoas físicas e jurídicas que têm dinheiro a receber ainda não haviam consultado o sistema.

A estimativa do BC é de que haja R$ 8 bilhões a serem devolvidos a 28 milhões de pessoas físicas e jurídicas pelo “Valores a Receber”. Todavia, os valores que serão resgatados por cada cidadão ainda não foram divulgados.

É provável que você também goste:

Como elevar o nível da conta do Gov.br para consultar Valores a Receber

Valores a Receber: posso resgatar o dinheiro esquecido sem ter Pix?

Banco Central orientará órfãos e viúvos sobre como sacar valores esquecidos

Nesse primeiro momento, a consulta só informa se há ou não dinheiro a ser resgatado, sem revelar a quantia. Os valores exatos só serão divulgados a partir de março, seguindo o calendário previamente definido que se baseia de acordo com o ano de nascimento de cada pessoa física ou data de abertura da empresa, em caso de pessoa jurídica.

Ao todo, já foram feitas 86,9 milhões de consultas em CPFs e CNPJs. Os saldos positivos se referem a 20,4% do total. São 17,7 milhões de casos, de modo que a maioria (17,5 milhões) são pessoas físicas e 241.521 são pessoas jurídicas. Do total de consultas, 79,5% resultaram em saldo inexistente.

Não encontrou valores a receber? Calma!

O Banco Central divulgou que haverá uma próxima fase de liberação de dados em que novos valores serão disponibilizados. Sendo assim, quem consultou a ferramenta e viu que o saldo estava zerado poderá ter mais uma chance a partir de maio. 

Nessa primeira fase, apenas R$ 4 bilhões estão disponíveis para consulta e resgate. Logo, os valores que você tem a receber podem fazer parte da segunda fase.

Para pesquisar se você tem dinheiro esquecido em bancos, é preciso acessar o sistema do Banco Central. Veja abaixo o passo a passo:

  • Acesse o site oficial;
  • Digite seu CPF ou CNPJ e a data de nascimento (ou de criação da empresa) para consultar se você tem valores esquecidos em bancos;
  • Se sim, guarde bem a data que o sistema vai te informar. É neste dia que você saberá o valor exato que tem a receber e poderá solicitar a transferência, também pelo valoresareceber.bcb.gov.br.
  • Caso o resultado seja negativo, aguarde a nova remessa de consultas em maio.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Alison Nunes Calazans / Shutterstock.com





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

35 + = 39