Auxílio emergencial 2022: CPF pode ser usado para consultar valores


O Governo Federal oferece uma nova ferramenta com um passo a passo para consultar e tirar as dúvidas acerca do auxílio emergencial. Inicialmente, é importante salientar que o benefício deste ano não está sendo pago para todos, assim como aconteceu nos anos de 2020 e 2021, quando mais de 50 milhões de brasileiros receberam os valores.

Embora o programa tenha sido encerrado em outubro do ano passado, uma nova rodada do benefício foi liberada em janeiro.

Neste sentido, o sistema ainda está ativo para consultas. Na prática, basta informar o número do CPF, nome completo, data de nascimento e nome da completo da mãe, se souber. Após informar os dados, na tela aparecerá todas as informações relacionadas ao programa.

Para possibilitar um acesso ainda mais prático, a Dataprev, empresa vinculada ao Governo Federal, desenvolveu uma cartilha com orientação para que os beneficiários pudessem consultar as informações pelo site.

Cabe salientar que a pesquisa pode ser feita tanto pelo site quanto por ESTE portal. Os portais podem ser acessados por dispositivos móveis (celulares e tablets) ou computadores.

Auxílio Emergencial 2022

Como mencionado, a Caixa Econômica Federal liberou no dia 13 de janeiro deste ano a primeira parcela retroativa do Auxílio Emergencial. Na época, cerca de 823,4 mil pais solteiros receberam o benefício.

A previsão, segundo o Ministério da Cidadania, é contemplar cerca de 1,3 milhão de homens chefes de família monoparental, que possui ao menos um filho menor de 18 anos em sua guarda.

Por fim, é importante ressaltar que os pais solteiros podem receber até R$ 3 mil, considerando que os repasses se referem as cinco primeiras parcelas do programa pagas ainda em 2020, que tinham valor de R$ 600.

Prorrogação do Auxílio Emergencial não deve ocorrer

Mesmo que muitas pessoas ainda tenham esperança quanto a renovação do Auxílio Emergencial, o programa não deve ser prorrogado. Isso porque, atualmente o governo está focado em ampliar o Auxílio Brasil, novo programa social que substituiu o Bolsa Família.

O Auxílio Brasil é disponibilizado para as famílias em situação de extrema pobreza (renda mensal per capita de até R$ 105) ou pobreza (renda mensal per capita de até R$ 210), desde que possuam entre seus integrantes gestante, nutriz ou menor de 21 anos.

Atualmente, o novo Bolsa Família atende mais de 18 milhões de brasileiros em condições de baixa renda. A intenção é incluir mais famílias que se encaixam nos critérios do programa para receber o benefício mínimo de R$ 400.

Auxílio Brasil de R$400 substitui o Bolsa Família e traz alguns do Auxílio emergencial

O auxílio emergencial para mais de 50 milhões de brasileiros foi extinto. Pensando em atender alguns beneficiários desse montante, o governo também extinguiu o Bolsa Família e criou o Auxílio Brasil, com valor de R$400.

Desde o início deste ano de 2022, o Governo Federal vem zerando a fila de espera do Auxílio Brasil. Nesse sentido, em janeiro, entraram cerca de 3 milhões de novos participantes, enquanto em fevereiro foram mais de 500 mil.

Assim, o programa social já completa mais de 18 milhões de famílias beneficiárias, que receberão um benefício de R$ 400 até o fim deste ano. Depois, a partir de janeiro de 2023, este valor retorna à sua quantia normal.

Por esse motivo, então, vários brasileiros têm a esperança de que ainda poderão entrar no programa para receber a cota de março.

Como de costume, o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil ocorrerá dentro do dez últimos dias úteis do mês. Isso significa, portanto, que em março, esse período se inicia no próximo dia 18, sexta-feira.

Desse modo, começando pelos beneficiários de NIS (Número de Identificação Social) de final 1, o calendário termina no dia 31. Isto é, quando recebem aqueles que possuem NIS de final 0.

O calendário de pagamentos, então, ficará da seguinte maneira:

  • 18 de março, sexta-feira: recebem os participantes com NIS de final 1.
  • 21 de março, segunda-feira: será o dia de beneficiários com NIS de final 2.
  • 22 de março, terça-feira: poderão sacar aqueles com NIS de final 3.
  • 23 de março, quarta-feira: liberação do saque para quem tem NIS de final 4.
  • 24 de março, quinta-feira: recebem os participantes com NIS de final 5.
  • 25 de março, sexta-feira: será o dia de beneficiários com NIS de final 6.
  • 28 de março, segunda-feira: poderão sacar aqueles com NIS de final 7.
  • 29 de março, terça-feira: liberação do saque para quem tem NIS de final 8.
  • 30 de março, quarta-feira: recebem os participantes com NIS de final 9.
  • 31 de março, quinta-feira: será o dia de beneficiários com NIS de final 0.

Veja o que é sucesso na Internet:



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

− 7 = 2