Auxílio permanente de R$ 1200 vai ser liberado em 2022?


O auxílio permanente é aguardado por muitos brasileiros, em especial pelas famílias monoparentais, que são providas por mães solo. O objetivo do projeto é auxiliar essas mães que sustentam sozinhas suas casas, principalmente por conta da pandemia, que dificultou ainda mais a inserção ao mercado de trabalho.

Todavia, o projeto que foi criado no final de 2020 só foi aprovado por uma comissão, e ainda precisa passar por um longo processo até que, de fato, chegue em posse dessas mães. A única comissão que já discutiu o auxílio permanente foi Comissão dos Direitos da Mulher, da Câmara dos Deputados. Veja quais os próximos passos para que o benefício se torne real: 

  • Comissão de Seguridade Social e Família;
  • Comissão de Finanças e Tributação;
  • Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania;
  • Votação no Senado;
  • Sanção ou veto presidencial.

Quanto mais um projeto demora a ser apreciado pelas autoridades competentes, mais ele enfraquece. Partindo deste princípio, é pouco provável que o auxílio permanente saia do papel em 2022. O projeto prevê pagamento mensal de R$ 1200 para mães solo.

É provável que você também goste:

Quem tem direito ao auxílio emergencial retroativo de até R$ 3 mil?

5 milhões de pessoas podem juntar auxílios e ganhar R$ 456 por mês; veja como

Auxílio Emergencial: quem recebeu indevidamente poderá devolver em até 60 vezes

Quem tem direito ao Auxílio Permanente

Conheça agora os requisitos para receber o auxílio permanente de acordo com o texto que segue aguardando apreciação:

  • Ter idade mínima 18 anos;
  • Não ter companheiro ou cônjuge;
  • Estar inscrita no Cadastro Único;
  • Ter renda mensal de até 1/2 salário mínimo por pessoa ou total familiar de três salários mínimos;
  • Ter ao menos um filho menor de dezoito anos sob sua responsabilidade;
  • Não possuir emprego com carteira de trabalho assinada;
  • Não ser beneficiária de programas previdenciários ou assistenciais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Não receber seguro-desemprego;
  • Não participar de qualquer programa de transferência de renda federal, exceto do Auxílio Brasil.

Por fim, ressaltamos que também serão contempladas pelo programa mulheres chefes de famílias desempregadas e aquelas registradas como microempreendedoras individuais que trabalham de forma autônoma ou em trabalho intermitente.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Foto: Ache Concursos





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

53 − 50 =