cerca de 4 milhões de pequenos negócios foram abertos em 2021


Segundo levantamento realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2021 o Brasil bateu o recorde de abertura de pequenos negócios. Nesse período, pelo menos 3,9 milhões de empreendedores formalizaram micro e pequenas empresas ou se inscreveram como microempreendedores individuais (MEIs).

Portanto, o crescimento em relação a 2020, quando foram abertos 3,3 milhões de negócios, foi de 19,8%. Já sobre 2018, quando foram gerados 2,5 milhões de Cadastros Nacionais de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o aumento chega a 53,9%.

É provável que você também goste:

Além de aposentadoria, confira mais 10 benefícios que os MEIs possuem

O que um MEI pode fazer para comprovar renda?

A pandemia de Covid-19 forçou um grande número de pessoas a empreender por necessidade, pois muitas perderam o emprego ou tiverem sua renda reduzida. No entanto, também houve um estímulo à busca por empreender por causa da oportunidade, segundo o Sebrae; que avalia ainda que a tendência é que o número de pequenos negócios no Brasil continue a crescer nos próximos anos.

O relatório Monitor do Empreendedorismo Global (Global Entrepreneurship Monitor, em inglês) elaborado pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ) e divulgado em 2020 mostrou que cerca de 50 milhões de brasileiros, que não eram empreendedores ainda, planejavam abrir o próprio negócio dentro de três anos. Desse número, um terço tinha como principal motivação a pandemia, contudo dois terços afirmaram ter tendência “natural” para empreender.

MEI

Segundo o Sebrae, o aumento da abertura de empresas se deve à redução da burocracia possibilitada pela Lei de Liberdade Econômica (criada em 2019), pela associação das juntas comerciais e pelos melhoramentos no registro eletrônico simplificado de novas empresas. O grande destaque foi o fortalecimento do microempreendedor individual (MEI), que correspondeu a 80% dos negócios abertos em 2021, um total de 3,1 milhões de negócios. Em 2018 e 2019, a categoria correspondia a 75% dos negócios iniciados.

Ao todo foram abertas 682,7 microempresas (17,35%), com um faturamento anual máximo de R$ 360 mil, o que foi um recorde na série histórica do segmento. Já em relação às empresas de pequeno porte, que faturam entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões ao ano, foram criadas 121,9 mil (2,65%).

De forma consistente, a abertura de microempresas vem aumentando ao longo dos anos. Em 2018 foram abertas 540,6 mil, em 2019 foram 579,3 mil e, em 2020, foram 579,5 mil. Já entre as pequenas empresas o número total de aberturas subiu de 75 mil em 2018 para 94,3 mil em 2020.

Como me formalizar como MEI?

Para se formalizar como MEI, o empreendedor primeiro deve ver se sua ocupação se enquadra. Então, pode se inscrever através do site, que irá criar o número do CNPJ e ali mesmo poderá gerar o primeiro Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) para pagamento.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Rido / Shutterstock.com





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

1 + 1 =