Com projeto de Free Fire, AfroGames terá dois novos núcleos


Neste sábado (12), o AfroGames (primeiro centro de formação de atletas de E-sports em favelas do mundo), irá realizar um evento, na sede da empresa, em Vigário Geral. O evento revelará a construção de mais dois novos núcleos no Complexo da Maré. O projeto abrangerá 350 jovens da favela ao longo deste ano.

+NFA divulga troféu e mimo do MVP da Copa NFA
+Garena apresenta música da parceria com Assassins Creed em português

O AfroGames foi criado em 2019, sendo o primeiro centro de formação de atletas de Esports em favelas do mundo. Localizado dentro da favela de Vigário Geral, no Rio de Janeiro, o projeto foca em capacitar e profissionalizar jovens de comunidades para atuarem no mercado de games.

Em dezembro de 2021, AfroGames e GE firmaram parceria que dará aulas de formação em Free Fire e curso de inglês a 55 jovens de baixa renda. Os jovens foram selecionados após quatro etapas de processo de seleção e estão juntos desde o início de fevereiro.

No início do mês, foi a primeira experiência profissional da equipe recém-formada, os jovens atuaram pelo 2º Presencial da Comissão Organizadora de Esportes Eletrônicos (COEE), edição realizada na Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Acabaram ficando a uma posição de classificarem-se para a grande final da competição.

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

Ainda em 2022 o AfroGames disputará a Série C da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF), onde disputarão com mais de quatro mil equipes uma vaga na Série B do próximo split. A competição terá início já no mês de março, com a grande final prevista para o dia 10 de abril.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

16 − = 13