Dinheiro esquecido: Acaba hoje prazo de resgate para quem nasceu até 1968


Os cidadãos que nasceram até 1968 e tem direito ao dinheiro esquecido em bancos poderá sacar o benefício até este sábado, 12 de março. Acontece que hoje é o último dia de repescagem para esse grupo. O prazo original dado pelo Banco Central para esse lote era até a última sexta, mas quem esqueceu a data ainda tem tempo de transferir os valores.

Nesta primeira fase, o Banco Central (BC) está devolvendo, por meio do Sistema de Valores a Receber (SVR), cerca de R$ 4 bilhões a pessoas físicas e jurídicas. A segunda etapa do programa está prevista para começar no mês de maio, com uma nova lista de consultas.

Cada lote corresponde a origens diferentes dos valores, dessa forma, se você ainda não foi contemplado com a devolução de algum dinheiro esquecido, pode ser atendido na próxima fase do programa.

Segundo o Banco Central, cerca de R$ 8 bilhões serão devolvidos aos clientes de bancos em 2022. O período de repasses do primeiro lote começou na última segunda-feira (7). A instituição ainda divulgou o passo a passo para pessoas físicas e jurídicas fazerem o saque dos valores a receber.

Cabe salientar que neste primeiro lote, os recursos são de origem:

  • De contas correntes ou poupanças encerradas ainda com saldo;
  • Tarifas e parcelas cobradas indevidamente;
  • Cotas e sobras de quem participou de cooperativas de crédito; e
  • De consórcios encerrados.

Veja a seguir quando deve ser solicitado e sacado os valores esquecidos segundo o calendário de operação do BC:

  • Pessoas nascidas antes de 1968 agendamento do resgate: 7 a 11 de março – repescagem: 12 de março;
  • Pessoas nascidas entre 1968 e 1983 agendamento do resgate: 14 a 18 de março – repescagem: 19 de março;
  • Pessoas nascidas depois de 1983 – agendamento do resgate: 21 a 25 de março repescagem: 26 de março.

Onde consultar os valores esquecidos?

A consulta e a solicitação dos valores devem ser realizadas, exclusivamente, através do site. Lembrando que não é mais possível fazer o procedimento através do site do Banco Central ou Registrato, devido a uma queda no sistema em janeiro deste ano.

O procedimento é muito simples, basta informar o CPF caso seja pessoa física, ou o CNPJ caso seja empresa. Feito isso, será informado se a pessoa possui dinheiro a receber e a data em que deve retornar ao site para fazer outra consulta, só que agora dos valores exatos e a data para o saque.

Como resgatar o dinheiro esquecido?

Para ter acesso aos valores esquecidos, é preciso seguir o passo a passo abaixo:

1) Verifique se tem valores a receber:

  1. Acesse o site;
  2. Informe o CPF e a data de nascimento ou o CNPJ e a data de abertura da empresa;
  3. Se houver valores a receber, o sistema informará uma data para que retorne ao site e solicite o dinheiro disponível, a partir de 7 de março.

2) Caso tenha dinheiro esquecido nos bancos, verifique seu cadastro Gov.br:

  1. Para ter acesso aos valores será exigido um cadastro Gov.br nível prata ou ouro;
  2. O cadastro gratuito é feito no site ou pelo aplicativo Gov.br;
  3. Informe seu CPF, selecione as opções de “Termo de Uso”, “Não sou robô” e clique em Continuar.

3) Confira o valor que pode sacar e a data para realizar a operação:

  1. Na data definida, volte ao site;
  2. Será necessário logar no SVR com sua conta gov.br nível prata ou ouro;
  3. Acesse o sistema, descubra o valor disponível e solicite a transferência, informando uma chave Pix;
  4. Caso solicite o resgate sem informar uma chave Pix, deverá entrar em contato com o banco para informar os dados da transferência via TED ou DOC;
  5. Se a data não for respeitada, será preciso voltar na data da repescagem definida pelo Banco Central.

Veja o que é sucesso na Internet:



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

9 + 1 =