Festival do Rio anuncia programação para a edição de 2022 – Série Maníacos


De 6 a 16 de outubro, o público poderá conferir a diversa seleção de filmes nacionais e internacionais no Festival do Rio, com quase 200 títulos. É a oportunidade de ver os filmes mais esperados, comentados, raridades, os estrangeiros exibidos nos principais festivais ao redor do mundo, além dos brasileiros que concorrem ao Troféu Redentor.

O festival se espalha por toda a cidade, desde as sessões de pré-estreia no Boulevard Olímpico a exibições no Circuito Estação NET de Cinema, no Kinoplex São Luiz, e o retorno ao clássico Odeon — Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, na Cinelândia. Além disso, o público ganha de volta um dos favoritos de edições passadas: o cinema ao ar livre na Praia de Copacabana.

A Première Brasil ganhará duas novas categorias do Troféu Redentor: Direção de Arte na competição oficial e Melhor Direção na mostra Novos Rumos. Haverá homenagens aos 60 anos de dois grandes marcos do cinema brasileiro: O Pagador de PromessasAssalto ao Trem Pagador. Além de uma homenagem especial para o diretor Breno Silveira, durante a exibição de “Dois Filhos de Francisco” ao ar livre na Praia de Copacabana.

A seleção internacional traz filmes de diretores consagrados como Amos Gitai, Frederick Wiseman, Abel Ferrara, Hong Sang Soo, Gianni Amelio, François Ozon, Lav Diaz e Paul Schrader.

Entre os títulos estão Close (Close), de Lukas Dhont; Noites de Paris (The Passengers of the Night) de Mikhaël Hers; Argentina, 1985 (Argentina, 1985), de Santiago Mitre; Sra. Harris vai a Paris (Mrs. Harris Goes to Paris) de Anthony Fabian; Halloween Ends (Halloween Ends) de David Gordon Green; Call Jane (Call Jane) de Phyllis Nagy; Mali Twist (Mali Twist) de Robert Guédiguian; Daliland: A vida de Salvador Dali (Daliland) de Mary Harron ; e My Policeman (My Policeman), de Michael Grandage.

Além destes, também estarão presentes Broker, de Hirokazu Kore-eda; Nanny (Nanny) de Nikyatu Jusu; Holy Spider (Holy Spider) de Ali Abbasi; EO (EO) de Jerzy Skolimowski; Decisão de Partir (Decision to leave) de Park Chan-wook; Revelando Muybridge (Exposing Muybridge) de Marc Shaffer; Raymond & Ray (Raymond & Ray) de Rodrigo Garcia; e Notre-Dame em Chamas (Notre-Dame on Fire) de Jean Jacques Annaud.

Haverá também uma seleção de filmes de terror, além da exibição de clássicos como Priscilla, a Rainha do Deserto (The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert) de Stephan Elliott e E.T.: O extraterrestre (E.T.: The Extra-Terrestrial) de Steven Spielberg.

O Festival do Rio é o grande encontro do cinema da América Latina. Desde sua criação, em 1999, já foram exibidos 7 mil longas. Formador de público mas também de mão de obra, o festival já capacitou milhares de profissionais. Anualmente o evento reúne, além de filmes exibidos nos mais importantes festivais mundiais, diversas mostras temáticas e sessões populares. Distribuídos em diferentes mostras, incluindo a competitiva Première Brasil, os filmes nacionais compõem parte fundamental do festival, que é a maior vitrine da produção brasileira.

O Festival do Rio tem apresentação e patrocínio master da Shell Brasil – Lei Federal de Incentivo à Cultura – e da Prefeitura do Rio de Janeiro – por meio da RioFilme, órgão que integra a SEGOVI (Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública). Também conta com o apoio da FUNARJ e apoio institucional da FIRJAN. O Festival do Rio é uma realização da Cinema do Rio.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

11 − 6 =