História do Brasil: a Política das Salvações   


Política das Salvações: um resumo completo

O termo “política das salvações” é utilizado para definir uma política que foi criada durante o governo de Hermes da Fonseca, o oitavo presidente da república brasileira.

O assunto pode ser abordado por uma grande quantidade de questões de história do Brasil, principalmente dentro dos concursos públicos, dos vestibulares e da prova do ENEM.

Dessa forma, para que você consiga se preparar da forma correta, o artigo de hoje trouxe um resumo com tudo aquilo que você precisa saber sobre a política das salvações. Confira!

Política das Salvações: definição

Como mencionado, o termo “política das salvações” faz referência a um conjunto de medidas criado durante o governo do presidente Hermes da Fonseca. O principal objetivo da criação dessas novas medidas políticas era realizar a intervenção política nos estados brasileiros, com o objetivo de diminuir a concentração de poder nas mãos das oligarquias.

Dessa maneira, podemos afirmar que Hermes da Fonseca pretendia, com a sua política, centralizar o poder nas mãos do presidente, tirando-os dos estados.

Política das Salvações: contexto histórico

Devemos nos lembrar de que o governo do Marechal Hermes da Fonseca aconteceu entre os anos de 1910 e 1914, durante o período conhecido como “República Velha”.

O período é também conhecido como “República Oligárquica”, uma vez que as grandes oligarquias revezavam-se no poder. Na época estava em vigor a chamada “Política do café com leite”, em que geralmente fazendeiros e oligarcas dos estados de São Paulo e de Minas Gerais se revezavam no poder.

Política das Salvações: características

A política de Hermes da Fonseca foi colocada em prática entre os anos de 1911 e 1912.

O primeiro estado a ser um alvo foi São Paulo, uma vez que esse concentrava um grande número de poderosos latifundiários. Ainda, o estado era adversário de Minas Gerais, estado que apoiou a candidatura do marechal.   

A intervenção não deu certo em São Paulo. Assim, alguns estados do nordeste, como o Ceará, foram escolhidos para novas tentativas do intervenção federal na política estadual. Porém, Hermes enfrentou uma forte resistência por parte dos chamados “coronéis”e da população no nordeste brasileiro.   

Política das Salvações: conclusão

Na grande maioria dos estados, as tentativas de implementação da política das salvações fracassaram, tanto devido à falta de apoio do povo como pela não aceitação dos indivíduos que lideraram os governos estaduais.

Veja o que é sucesso na Internet:



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

48 − = 41