Ipem de Pernambuco pede novo concurso


Os cidadãos de Pernambuco que desejam prestar concurso podem reforçar as preparações para ingressar no Ipem de Pernambuco.

Isto é, visto que o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco está para realizar um novo certame em breve. Esta informação vem de um pedido recente do diretor do instituto, Ary Moraes de Andrade Neto.

No dia 11 de março, portanto, o diretor enviou um ofício para o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Eduardo Gomes de Figueiredo. Assim, no documento, o representante do Ipem indica os motivos pelos quais o instituto necessita de mais servidores públicos, bem como quais seriam os cargos.

Veja também: Grupo GR abre vagas de emprego em Pernambuco

Até o momento não houve uma resposta do secretário. Contudo, considerando que o Ipem não tem um concurso desde 2014, a solicitação tem grandes chances de ser atendidas.

Novo diretor entrou em fevereiro

O diretor Ipem de Pernambuco, Ary Morais Andrade Neto, tomou posse em seu cargo no dia 17 de fevereiro deste ano a convite do governador Paulo Câmara.

Na ocasião da posse, então, o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, deu as boas vindas ao novo diretor. “Agradecemos as colaborações de Adriano Martins no período em que esteve à frente do órgão, e desde já começaremos a executar o planejamento de 2021 junto ao novo diretor, Ary Morais”, declarou.

Assim, o novo diretor do órgão pretende deixar o Ipem mais próximo da população com políticas públicas para o consumidor. Isto é, de forma que seus serviços se mostrem importantes para os cidadãos pernambucanos.

“Vamos dar continuidade ao brilhante trabalho que já vem sendo desenvolvido ao longo dos últimos anos e garantir a estruturação do Ipem para que possamos atuar cada vez mais próximos do consumidor”, explicou.

O que diz o pedido do Ipem?

Pouco tempo depois de entrar no órgão, o diretor Ary Morais enviou um ofício para a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, em 11 de março.

Desse modo, no documento, é possível verificar as intenções do Ipem para um novo concurso público.

“Cumprimentando-o cordialmente, considerando a Nota Técnica exarada pelo setor de Recursos Humanos desta Autarquia, onde apresenta o déficit de servidores, tendo em vista o último concurso realizado em 2014, e saída de vários servidores nos últimos anos, vimos através deste solicitar, de forma urgente, a realização de Concurso Público para o IPEM-PE, com a maior brevidade, para os seguintes cargos:

ANALISTAS – Nível Superior:

Advogados – 2

Agentes de Fiscalização – 30

Sem mais, renovamos nossos votos de elevada estima e consideração.”

Portanto, os cidadãos interessados já deve saber que o concurso se destinará a:

  • Aqueles que possuem graduação em Direito, com o devido registro no órgão da classe, ou seja, a OAB (Organização de Advogados do Brasil).
  • Cidadãos com formação de nível superior. Neste caso, contudo, não é possível saber ainda quais serão as especialidades escolhidas ou mesmo se haverá alguma. Isto é, visto que em alguns casos, o cargo de analista apenas requer o nível superior sem indicar as graduações específicas.

Além disso, a partir do edital verifica-se o caráter de urgência do pedido, de forma que este ainda poderá ocorrer neste ano de 2022.

Qual seria o próximo passo?

Agora, os cidadãos interessados precisarão aguardar a resposta do secretário de Justiça e Direitos Humanos e os trâmites seguintes.

Desse modo, com a autorização, a próxima fase será de formação de uma Comissão Organizadora. Assim, esta poderá contratar uma Banca de Avaliação, ou seja, aquela que poderá elaborar e avaliar os exames.

Com estas definições, então, o Ipem de Pernambuco irá definir as regras do edital e publicá-lo.

Veja também: SETEQ – Pernambuco disponibiliza vagas de emprego

Este é o momento perfeito para começar a estudar para a prova ou reforçar a preparação.

Ipem de Pernambuco está há 8 anos sem concurso

Com a confirmação de pedido de concurso pelo próprio Ipem os cidadãos terão mais certeza de que a prova tem grandes chances de acontecer. Além disso, é importante lembrar que o órgão não tem um certame de seleção desde 2014.

Portanto, com 8 anos sem novos servidores públicos, a necessidade de reposição dos trabalhadores fica maior.

Na ocasião, o edital saiu em novembro de 2013, com a execução da prova em 2014. Ademais, este concurso contou com 50 vagas para o Grupo Ocupacional de Gestão Metrológica do Ipem, sendo que 5 destas eram de pessoas com deficiência.

Então, aqueles que conseguiram passar na prova tiveram lotação nas seguintes cidades:

Dentro deste grupo, foram 3 tipos de cargos diferentes, quais sejam:

  • Analistas de gestão em Metrologia e qualidade industrial. Neste caso, exigia-se a formação em Direito ou Engenharia Civil.
  • Auxiliar de gestão em Metrologia e qualidade industrial, de nível fundamental.
  • Assistente de gestão em Metrologia e qualidade industrial.
  • Analista em Sistemas Informatizados.
  • Analista em Recursos Humanos.

Na época, as remunerações variavam de R$883,66 a R$1.956,67, com uma carga horária de 30 horas por semana.

Além disso, a prova ocorreu em etapa única, ou seja, uma prova objetiva. No entanto, ainda não é possível saber se este formato irá se repetir.

O que é o Ipem?

O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco teve sua fundação em 23 de setembro de 1968. Desse modo, surgiu como um órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO) e vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Governo do Estado de Pernambuco.

Ademais, os futuros candidatos do concurso para o Ipem de Pernambuco precisam saber que este se trata de uma autarquia Estadual, com personalidade jurídica própria de direito público, além de autonomia administrativa e financeira. Esta, então, foi criada a partir da Lei número 6.141 de 23 de setembro de 1968.

Veja também: Governo de Pernambuco divulga Processo seletivo

Assim, são atribuições do Ipem:

  • Executar, no âmbito do Estado, todos os serviços de registro, aferição, fiscalização, inspeção, controle de qualidade, exame laboratorial, certificação apreensão, guarda, interdição, auto de infração, aplicação de penalidade, julgamento, execução de dívida ativa e outros serviços técnicos, administrativos e operacionais referentes às atividades de Metrologia Legal, Normalização e Qualidade Industrial.
  • Promover todas as atividades, dentro de suas competências, atinentes às ações de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, decorrentes de acordo, convênio, contrato, delegações e transferências de programas e atribuições.

Veja o que é sucesso na Internet:



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

72 − 71 =