“Não encaixou”, diz PlayHard após participação da LOUD no mundial


Grande esperança do Brasil no Free Fire World Series (FFWS), a LOUD não conseguiu corresponder às expectativas dos torcedores e ficou apenas com a sétima posição na competição. Caindo cedo em diversas quedas e perdendo trocações importantes, o time esteve longe de ser aquele visto pelos amantes do cenário competitivo na Liga Brasileira de Free Fire (LBFF).

+ Com vice no World Series, EVOS Phoenix ultrapassou US$ 1 milhão conquistados
+ Foice Druida da Floresta chega em evento de recarga

Antes mesmo do término das seis quedas do mundial de Free Fire, Bruno “PlayHard” Bittencourt, fundador da LOUD, já havia jogado a toalha e assumido toda a dificuldade que o time teria para se recuperar na competição. Nas redes sociais, ele parabenizou todo o elenco pela luta e persistência na competição, mas destacou que o time não conseguiu encaixar aquilo que era esperado.

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

“Não encaixou nada no mundial. É triste terminar assim depois de tanta dedicação de geral. Mas o competitivo é isso. Só perde e ganha quem bota a cara. Não vai ser diferente da Liga Brasileira de Free Fire, que sem desistir e trabalhando muito, deu bom. Obrigado pelo apoio de geral”, disse o fundador da organização.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

2 + 4 =