Neon é o mais novo unicórnio brasileiro após captar R$ 1,6 bilhão


A Neon se tornou o mais novo unicórnio no mercado financeiro após captar R$ 1,6 bilhão, o que equivale a US$ 300 milhões em sua rodada Série D. 

O evento foi feito pelo Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), uma empresa global de produtos financeiros. De acordo com a instituição que comprou 21,7% da fintech, a quantia será aplicada em marketing, tecnologia e serviços. 

Para quem não sabe, uma fintech unicórnio é uma empresa que ultrapassa o valor de R$ 1 bilhão antes mesmo de estar presente na bolsa de valores. 

Em nota para a imprensa, o fundador do banco digital, Pedro Conrade, afirmou que a Neon está cada vez mais “sólida” e que o objetivo da fintech de “melhorar as finanças do trabalhador brasileiro” permanece como prioridade. 

Além disso, Conrade reconheceu que o suporte e conhecimento global do BBVA tem ajudado a fintech a ter “avanços ainda maiores”.

Sendo assim, a Neon se juntará à lista de unicórnios brasileiros, que atualmente tem instituições como Nubank, 99, Creditas, C6 Bank, Quinto Andar e PagSeguro.

É provável que você também goste:

Neon compra financeira Biorc e amplia oferta de produtos

Conheça as 10 empresas brasileiras que se tornaram unicórnios e valem bilhões

Trajetória da Neon nos últimos anos 

Criada em 2016, a Neon é uma fintech brasileira que oferece diversos produtos e serviços financeiros por aplicativo. 

A Neon foi o primeiro banco digital da América Latina a realizar transferências por meio da Siri. Além disso, também foi a primeira instituição a elaborar um programa de identificação por meio de selfie para validar compras na web. 

A empresa já atingiu a marca de R$ 3,7 bilhões se somarmos todos seus investimentos desde 2018. O primeiro grande aporte foi em maio de 2018, em que recebeu R$ 72 milhões junto com Monashees,  Quona Capital, Propel Venture Partners e Flourish Ventures em série A. Posteriormente, em 2019, em uma rodada série B comandada pelo Banco Votorantim e General Atlantic a instituição captou mais de R$ 400 milhões. Já em 2020, a Neon faturou R$ 1,6 bilhão na série C em que a General Atlantic estava à frente, com participação de empresas com Vulcan Capital, PayPal Ventures, entre outras firmas. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: site / neon.com.br





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

5 + 1 =