Novo RG digital começa a valer, veja quando trocar e como pedir o seu


A nova Carteira de Identidade Nacional conhecida como “novo RG digital” já está valendo em todo o território nacional desde o dia 1º de março. O documento terá validade em todo o país e utilizará o número do CPF (Cadastro Nacional de Pessoa Física) como identificação única dos brasileiros.

No modelo do RG antigo, que é o que praticamente todos os brasileiros possuem, cada estado emite seus próprios números de identificação, onde, em caso de uma nova segunda via do documento em outro estado, o cidadão recebe outro número de registro diferente do que já tinha.

Novo RG digital

O novo RG digital trará consigo diversas informações reunidas em um único documento que terá um número único de registro em todo país, o que deixara a Carteira de Identidade muito mais segura contra falsificações, clonagens e fraudes.

Confira as novas informações que serão reunidas no novo documento:

  • identificação do órgão expedidor;
  • número de identificação;
  • nome, filiação, sexo, nacionalidade e local e data de nascimento do cidadão;
  • fotografia, em proporção que observe o formato 3×4 cm, assinatura e impressão digital do polegar direito;
  • elementos novos para verificação da autenticidade;
  • informações sobre o grupo sanguíneo e fator RH, além da disposição de doar órgãos em caso de morte;
  • Código de barras bidimensional no padrão QR Code;
  • Zona de leitura mecânica, de acordo com o padrão estabelecido pela OACI;
  • Expressão “Válida em todo o território nacional”;
  • Data de validade, o local e a data de expedição do documento.

Uma outra novidade do documento é que o mesmo terá o padrão internacional, que permitirá que o cidadão utilize-o fora do Brasil devido a implementação do código MRZ (Machine Readable Zone), o mesmo utilizado em passaportes, que pode ser lido por equipamentos específicos.

Quando devo trocar o meu RG antigo pelo novo?

Os brasileiros não devem ter pressa quanto a troca do antigo modelo do RG que possuem em mãos para o novo, pois existe um longo prazo para que somente o novo RG seja cobrado.

Segundo norma estabelecida pelo governo federal, o RG atual continuará tendo validade por até 10 anos para a população com até 60 anos. Já para os idosos acima dos 60, o documento antigo será aceito por prazo indeterminado.

Sendo assim, não há necessidade de correr para trocar o documento, pois, com o prazo estipulado todo cidadão conseguirá emitir o novo documento com calma.

Como tirar a nova Carteira de Identidade?

Apesar de estar valendo desde o dia 1º de março, os órgãos de identificação dos estados brasileiros possuem o prazo até o dia 6 de março de 2023 para se adequarem às mudanças.

Essa é a data limite para que os órgãos de identificação estabeleçam um esquema para o fornecimento do novo RG. O Executivo informou ainda que a emissão será gratuita.

Logo, o cidadão que já queira saber se pode tirar o novo RG deve se encaminhar a um órgão de identificação mais próximo, como os famosos Poupatempo ou ainda o Expresso Cidadão e perguntar se já estão emitindo o novo RG

Caso estejam emitindo, será necessário apresentar apenas a Certidão de Nascimento ou de Casamento para tirar o novo Documento de Identidade.

O cidadão que não tiver CPF terá o documento gerado na hora, tendo em vista que o CPF é a numeração oficial que validará o novo documento em todo o país.

Como será o novo RG?

Após solicitação do novo RG, o cidadão será informado sobre uma data para buscar o documento, que será expedido em papel de segurança ou cartão de policarbonato (plástico).

Além disso, assim que o documento for entregue ao cidadão será emitido também o documento na versão digital que poderá ser acessado através da plataforma gov.br do governo federal.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

65 − 64 =