Organização alvo de entraves em decorrência do conflito na Ucrânia anuncia entrada no Free Fire


A Virtus.pro, organização russa de esports, anunciou a entrada no cenário de Free Fire nesta sexta-feira (6). Apesar de as inúmeras dificuldades da equipe em se manter no cenário de competitivo devido aos conflitos entre a Rússia e Ucrânia, a mesma optou por entrar na cena profissional com a line-up que representou a Natus Vincere e a Silence nos últimos anos.

+ NSE domina terceiro dia da CPN
+ W7M anuncia nova line-up feminina de Free Fire

A organização vem sofrendo várias sanções em diversas modalidades devido aos conflitos entre Rússia e Ucrânia. Recentemente, a Virtus.pro foi excluída de várias competições de Counter-Strike, dentre elas, o PGL Major Antwerp 2022, torneio de maior prestígio no cenário mundial.

Já no Dota 2, o jogador Ivan “Pure” Moskalenko foi demitido da organização após protagonizar uma polêmica ao desenhar um símbolo pró-guerra da Ucrânia. A atitude ocasionou diversas penalidades e exclusões dos campeonatos que a equipe participava, dentre eles, a seletiva para o The International.

Logo da Virtus.pro – Imagem: Divulgação/Twitter/virtuspro

Sogaz Insurance Group, companhia que administra a rede social VK e a ESforce Holding, que possui sob sua tutela a Virtus.pro recebeu duras sanções por parte da União Europeia e tem registrado enormes prejuízos, aumentando ainda mais o drama e o futuro da organização.

Apesar das diversas sanções, os russos, agora, tentarão a sorte no cenário de Free Fire. A aposta é alta, visto que, todos os jogadores já possuem experiência internacional e chegaram a brigar pelo título mundial na ultima edição do Free Fire World Series 2021 Singapore.

Kheibar “Vajniy” Imanov, Amir “Skyrix” Kanatov, Aleksei “Twister” Mukhin, Akim “Drake” Kobzev e Ruslan “Svitogor” Mamatsuev são os novos membros da Virtus. O quinteto estava ligado à Natus Vincere, porém, no último mundial representaram a equipe da Silence.

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

Vale lembrar que a quarta temporada do Free Fire Pro League CIS foi cancelada. O motivo está ligado aos conflitos já citados e “circunstâncias que impossibilitam a realização do torneio”. A vaga no mundial destinada à liga não foi utilizada e não há nenhum representante do torneio na maior competição de Free Fire mundial.

Russia Kheibar “Vajniy” Imanov
Kazakhstan Amir “Skyrix” Kanatov
Belarus Aleksei “Twister” Mukhin
Moldova Republic of Akim “Drake” Kobzev
Russia Ruslan “Svitogor” Mamatsuev

Russia Mikhail “Kronos” Kamnev (treinador)





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

+ 26 = 34