Resumo de História: Pecuária no Brasil Colonial


Pecuária no Brasil Colonial: um resumo completo sobre o tema

A pecuária foi uma das principais atividades desenvolvidas durante o período em que o Brasil foi uma colônia de Portugal.

O assunto é abordado com muita frequência por questões de história do Brasil dentro das principais provas do país, como alguns concursos públicos, os vestibulares e a prova do ENEM.

Dessa forma, para que você consiga se preparar da forma correta, o artigo de hoje trouxe um resumo com tudo aquilo que você precisa saber sobre o tema.

Pecuária no Brasil Colonial: contexto histórico

O marco inicial da colonização portuguesa e início do período que conhecemos como “Brasil Colônia” aconteceu no ano de 1530, quando Martim Afonso de Souza realizou uma expedição colonizadora. 

Durante boa parte do Brasil Colônia, o açúcar era o produto mais valioso para os portugueses no território que estava sendo explorado. 

Porém, ao lado dos amplos investimentos realizados por Portugal no setor da exploração de cana-de-açúcar, estavam as altas demandas de consumo e o a necessidade de exploração de uma nova atividade na colônia.

Assim, outras atividades econômicas foram desenvolvidas durante o mesmo período para suprir esse mercado. Dentre elas, podemos citar a pecuária.

Pecuária no Brasil Colonial: características

A pecuária no Brasil Colônia foi desenvolvida a partir da chegada do gado trazido pelos portugueses. Os colonizadores trouxeram esses animais para que eles fossem utilizados no transporte de pessoas e no deslocamento de objetos.

Porém, com o tempo, o número de cabeças de gado aumentou e passou a ocupar cada vez mais o espaço que antes era ocupado somente pelas plantações. Devido à isso, a Coroa Portuguesa publicou um decreto que proibiu que a pecuária acontecesse na região que hoje conhecemos como o estado de São Paulo. O decreto, que  parecia ser uma coisa prejudicial, na verdade acabou acelerando o avanço da pecuária no interior do país com o uso de pastagens naturais.

Assim, já no século XVII, a pecuária tinha alcançado vários lugares do Nordeste e o número de cabeças de gado já tinha ultrapassado a marca de 600 mil.

Como consequência, a atividade se tornou uma segunda alternativa de lucro para os portugueses. Ainda, a pecuária gerou espaço para outros trabalhadores além dos escravizados.

Veja o que é sucesso na Internet:



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

28 + = 36