SP decreta fim do uso de máscara em ambiente aberto; veja data e regras


O governo de São Paulo decretou o fim do uso de máscara, mas apenas ao ar livre. Em ambientes fechados, como o transporte público, a proteção facial continua obrigatória. A decisão foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 9. A medida tem validade a partir desta quarta-feira. O estado foi um dos primeiros a implementar a medida, em maio de 2020.

Há um consenso entre os especialistas em saúde pública de que neste momento há a possibilidade de retirar a obrigação de máscara em locais abertos, mas manter em locais fechados, como o transporte público. Eles ainda alertam que os números decorrentes de aglomerações registradas no carnaval só serão percebidos na integralidade na próxima semana.

“Eu concordo com a flexibilização , mas deveria haver pelo menos uma indicação de que pessoas que são portadores de comorbidades, transplantados, obesos, idosos acima de 80 anos deveriam manter o uso de máscara por decisão própria”, opina Gonzalo Vecina, um dos maiores especialistas em saúde pública do país e fundador da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Vacinação em SP

O que motivou o governo de São Paulo a tomar tal atitude é a baixa nos casos graves e mortes decorrentes da covid-19. A ocupação dos leitos de UTI, que preocupou no começo do ano com a variante ômicron, está em 37,6% em todo o estado. Com a vacinação mais avançada do país, o estado já imunizou com o esquema completo quase 90% da população com mais de 5 anos, em que a aplicação é permitida. Quando se olha apenas o universo de crianças de 5 a 11 anos, a taxa supera os 70%, considerando a primeira dose.

Em entrevista exclusiva à EXAME, no fim de fevereiro, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, disse que a meta do governo paulista é imunizar, com pelo menos a primeira dose, 90% das crianças até o fim de março. O valor supera, e muito, a vacinação em países que começaram a imunização meses antes do Brasil. Segundo dados oficiais, os Estados Unidos tem uma taxa de 32,08% de imunizados na faixa entre 5 e 11 anos, considerando a aplicação de pelo menos a primeira dose. A Itália tem 36,92%, e Canadá está com 54,61% de vacinados.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

+ 63 = 67