+ Últimas notícias: Alarmes de emergência soam em várias cidades ucranianas +


Sirenes de alerta para ataques aéreos foram ouvidas de Odessa a Lviv. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram colunas de fumaça se erguendo sobre Kiev. Acompanhe as últimas notícias.
Alarmes de emergência soam em várias cidades ucranianas
Zelenski discursará ao Congresso dos EUA

Pressione Crtl + F5 para atualizar. As atualizações estão no horário de Brasília.

03:35 – Ucrânia relata morte de outro general russo

A Ucrânia disse que o major-general russo Oleg Mityaev foi morto nesta terça-feira em combates na cidade de Mariupol, no sudeste do país. A informação foi divulgada pelo assessor do Ministério do Interior ucraniano, Anton Gerashchenko.

Mityaev era comandante da 150ª divisão de fuzileiros motorizados e havia servido na Síria, disse Gerashchenko.

Não houve confirmação da Rússia sobre a morte. Segundo a Ucrânia, trata-se do quarto generais russo morto desde o começo da invasão.

03:32 – FMI alerta que guerra na Ucrânia é grande golpe na economia global

O FMI alertou em um relatório publicado em seu site que a crise na Ucrânia causará um crescimento mais lento e uma inflação mais rápida em todo o mundo.

Preços mais altos de commodities como alimentos e energia vão aumentar ainda mais a inflação, disse o FMI. A Ucrânia e a Rússia são grandes exportadores de trigo e a guerra pode colocar pressão sobre a oferta global do grão. Vários países dependem das exportações russas – e o preço do trigo atingiu um recorde nos últimos dias, disse o FMI.

Os países dependentes das importações de petróleo podem ter déficits maiores e mais pressão inflacionária, de acordo com o FMI. Alguns países exportadores de petróleo do Oriente Médio e da África, porém, podem se beneficiar de preços mais altos.

“As consequências da guerra da Rússia na Ucrânia já abalaram não apenas essas nações, mas também a região e o mundo”, disse o

03:07 – Alarmes de emergência soam em várias cidades ucranianas

A Ucrânia amanheceu nesta quarta-feira com o som de alarmes de emergência em diversas cidades do país, alertando para que as pessoas buscassem abrigo.

De acordo com o jornal ucraniano The Kyiv Independent, alertas de ataque aéreo soaram na capital Kiev, em Cherkasy, Dnipro, Lviv, Ivano-Frankivsk, Odesa, Vinnytsia, Kirovohrad, Khmelnytskyi, Izyum, Kremenchuk, Bila Tserkva, Nikopol, Mykolaiv, Izmail, Poltava e na área de Kryve Ozero.

A rede CNN relatou que, de acordo com sua equipe no local, explosões altas foram ouvidas nos subúrbios de Kiev. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram colunas de fumaça se erguendo sobre a capital ucraniana.

Segundo o The Kyiv Independent, estilhaços atingiram um prédio residencial de 12 andares em Kiev. Duas pessoas ficaram feridas e 37 foram retiradas do local, de acordo com o Serviço Nacional de Emergência.

Autoridades locais de Zaporinjia relataram explosões, inclusive na estação ferroviária da cidade.

02:30 – Zelenski discursará ao Congresso dos EUA

O presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, discursará ao Congresso dos Estados Unidos nesta quarta-feira, por vídeo. É o segundo discurso em menos de um mês.

Espera-se que, após a fala, o presidente dos EUA, Joe Biden, anuncie mais 800 milhões de dólares em assistência de segurança à Ucrânia. Esse pacote elevará para 1 bilhão de dólares a ajuda anunciada por Washington apenas na última semana.

Desde que Biden chegou à Casa Branca, em janeiro de 2021, os Estados Unidos doaram 2 bilhões de dólares em ajuda militar e humanitária à Ucrânia.

De acordo com o Wall Street Journal, que cita autoridades dos EUA, o pacote de ajuda incluirá mísseis antitanque Javelin e mísseis antiaéreos Stinger.

Segundo o jornal, o dinheiro para financiar este novo pacote de ajuda está incluído no pacote de gastos que Biden assinou nesta terça-feira e que inclui 13,6 bilhões de dólares em ajuda humanitária e militar para a Ucrânia e o Leste Europeu, após a invasão russa.

Ao assinar a lei, o presidente anunciou que na quarta-feira daria mais detalhes sobre “o que exatamente os Estados Unidos estão fazendo na Ucrânia” e como os novos fundos permitirão “intensificar rapidamente sua resposta e ajudar a aliviar o sofrimento que a guerra” está provocando no povo ucraniano. (DW, EFE)

02:00 – 20º dia de guerra é marcado por visita de líderes do Leste Europeu a Kiev

O 20º dia de guerra na Ucrânia foi marcado pela visita de três primeiros-ministros do Leste Europeu a Kiev, em meio a bombardeios na capital ucraniana.

Os primeiros-ministros da Polônia, Mateusz Morawiecki, da República Tcheca, Petr Fiala, e da Eslovênia, Janez Jansa, viajaram à capital ucraniana como representantes do Conselho Europeu. A viagem ocorreu de trem, uma vez que os voos para o país estão suspensos.

Os três líderes se reuniram com o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, e o primeiro-ministro ucraniano, Denis Shmyhal, e receberam um relato da situação no país. O objetivo da viagem era reafirmar o apoio da União Europeia à Ucrânia.

O dia também foi marcado por fortes bombardeios a prédios residenciais e Kiev e pela morte de dois jornalistas da Fox News nos arredores da capital ucraniana, entre outros fatos. Confira um resumo da do 20º dia de guerra.

le


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da infecção em crianças preocupa equipes médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua






Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

− 3 = 7