Usuários passaram 7 em cada 10 minutos em redes sociais


Os dados do relatório indicam que o total de gastos feitos por consumidores cresceu 57%, passando de 2,4 bilhões de dólares em 2020 para 3,8 bilhões em 2021 (Crédito: Reprodução/Pixabay)

Os usuários estão passando cada vez mais tempo nos aplicativos que baixam para os seus smartphones. Aliás, segundo dados da data.ai, plataforma de dados unificados que reúne dados do consumidor e estimativas de mercado,  anteriormente conhecida como App Annie, em 2021, 7 em cada 10 minutos foram passados em redes sociais ou aplicativos de fotos e vídeos.

Olhando para o último trimestre de 2021 em específico é possível verificar que usuários de todo o mundo passaram perto de 950 bilhões de horas nos seus smartphones Android. Deste número, 650 bilhões de horas foram passadas em redes sociais, apps de comunicação, assim como de fotografia e vídeos.

+ Twitter: Saiba como denunciar fake news na rede social

De acordo com relatório State of Mobile 2022, o valor representa um aumento de 50% em comparação com os últimos três meses de 2018, época em que os usuários passaram cerca de 435 bilhões de horas em aplicativos deste gênero.

O domínio das redes sociais é impulsionado pela popularização dos aplicativos que colocam as fotos e os vídeos no centro da experiência do usuário. Em comparação com o último trimestre de 2018, o tempo passado em apps sociais no mesmo período em 2021 aumentou 35%, “saltando” de 306 bilhões de horas para 412 bilhões.

Ainda no mesmo período, o tempo passado em aplicações de fotos e vídeo cresceu 90%, de 129 bilhões de horas para 244 bilhões. É neste contexto que o TikTok se destaca. Excluindo o Douyin, a versão chinesa do TikTok, o relatório indica que um usuário típico passa agora 19,6 horas por mês no aplicativo: um valor equivalente ao tempo passado no Facebook e muito superior ao do WhatsApp e Instagram.

Os especialistas indicam que outra das questões que tem uma grande influência no segmento dos apps sociais é a transição do compartilhamento de vídeo para o streaming de vídeo ao vivo.

Em 2021, o tempo passado no Top 25 de aplicativos de streaming de vídeo registou um crescimento de 40%. A tendência foi acompanhada por um crescimento semelhante nos gastos feitos por consumidores para apoiarem os seus streamers preferidos.

Os dados do relatório indicam que o total de gastos feitos por consumidores cresceu 57%, passando de 2,4 bilhões de dólares em 2020 para 3,8 bilhões em 2021. Os especialistas enfatizam que o mundo do streaming está criando uma nova economia, trazendo mais oportunidades para compras ao vivo e abrindo a porta à compensação direta dos criadores de conteúdo.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da infecção em crianças preocupa equipes médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua






Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

49 − = 41